Horsemanship Eficiente

HORSEMANSHIP de boa qualidade existe quando você conhece a natureza do cavalo, como ele age e reage, seus instintos, e quando consegue estabelecer uma forma de comunicação eficaz com o seu cavalo. Certo?

Não, isso apenas não é o suficiente. Você também precisa conhecer a biomecânica do cavalo, entender como ele se movimenta, como ele se apoia para fazer seus movimentos, como ele distribui seu peso e como se equilibra, que partes do corpo ele utiliza em cada manobra.

Mas isso ainda não é o suficiente. Você precisa conhecer como utilizar as ajudas de perna, mãos e assento, onde colocar a pressão e onde abrir a porta para que o cavalo fuja da sua pressão, como a sua equitação influencia na performance do cavalo, podendo ajudar ou atrapalhar a execução de manobras.

Leia mais...

Percepção, Momento e Equilíbrio

doma-de-cavalosEste é um longo artigo, e se você não tiver paciência para ler, também não terá para se tornar um horseman. Se não tiver tempo para ler, também não terá para entender os cavalos. Mas se chegar ao fim desse artigo, reflita sobre ele. E principalmente, de-se o tempo necessário para colocar em pratica o que esta aqui. Desta forma, você estará no caminho certo de se tornar um horseman e passar a entender os cavalos e comunicar-se com eles de uma forma totalmente nova.

Horsemanship e a capacidade humana de criar uma unidade com o cavalo utilizando “feel, time and balance”. Isso e atingido através do entendimento da mente do cavalo. O resultado e um animal calmo, feliz, que exibe flexibilidade, flexionamento, energia, confiança, necessários para qualquer modalidade equestre.

Mas, afinal o que exatamente vem a ser feel, time and balance?

Esse conceito foi criado pelo pioneiro do horsemanship, Tom Dorrance. No entanto, muito tem se falado sobre isso mas pouco se tem explicado. E como o termo em inglês tem um amplo significado, varias interpretações tem sido dadas a ele.

Para explicar corretamente feel, timing and balance, vamos começar pela tradução dos termos dada pelos dicionários:

FEEL: ter a percepção pelo toque ou qualquer outra sensação nervosa que não sejá pela visão, audição, paladar ou cheiro. Perceber um estado da mente ou condição do corpo. Tornar-se consciente de algo.

TIMING: A regulagem de uma ocorrência, padronização de um movimento ou coordenação para atingir o efeito desejádo como na musica, teatro, atletismo ou mecânica. A ocasião certa ou oportunidade.

BALANCE: O estado de equilíbrio ou paridade caracterizado pelo cancelamento de todas as forças por forças iguais opostas. Um estado mental ou psicológico, estabilidade emocional.

Leia mais...

Desmame de Potro

desmame-de-potroArtigo publicado na REVISTA AGROMIDIA

Olá amigos! Na ultima edição falamos sobre a tecnica de "imprinting", ou seja, o que você pode fazer com o seu potrinho assim que ele nasce para que cresça sem medos do ser humano, tornando a convivencia futura muito mais fácil.

Hoje vamos falar sobre o processo do desmame e o que pode ser feito após o desmame para ir aos poucos educando o seu potrinho.

O momento certo do desmame é algo que varia muito. Alguns criadores costumam desmamar o potro aos 6 meses, outros aos 4 meses. O importante é observar o desenvolvimento do potro e o seu tamanho, pois a partir do momento em que o potro precisa se encurvar e abrir as pernas para poder mamar, isso pode começar a afetar seus aprumos, então já é o momento de providenciar o desmame.

É importante fazer o desmame aos poucos e gradualmente para não causar traumas ao potrinho. Começe deixando ele em um piquete ao lado do piquete da egua durante o dia, de modo que ele possa ver a mãe, cheira-la, mas não possa mamar. Isto traz ao potro a sensação de segurança pela presença fisica da mãe. A noite, deixe o potro com a egua, pelo menos na primeira semana. Outra coisa importante é sempre procurar deixar seu potrinho junto com outros potros da mesma idade, assim eles não se sentem sozinhos e se preparam melhor para a separação definitiva da mãe.

Leia mais...

Imprinting

imprinting-significadoArtigo publicado na REVISTA AGROMIDIA

Olá prezado leitor! É com imenso prazer que eu passo a assinar esta coluna na Revista AgroMidia, e daqui para frente teremos um encontro marcado a cada dois meses onde o assunto será sempre algo que apaixona a todos nós: CAVALOS!!

Pensei muito sobre qual seria o melhor tema para começar esta coluna, e cheguei a seguinte conclusão: muitas pessoas me procuram para tirar dúvidas as mais variadas possíveis sobre cavalos, e sempre tento responder a todas as perguntas, mas o correto mesmo seria dar aos meus leitores uma visão geral de todo o processo ao se lidar e treinar cavalos, desde o início, até o cavalo pronto, já treinado e maduro, e chegando até a velhice dos nossos queridos amigos. Portanto, resolvi que a cada edição da revista, vou falar de uma etapa do processo, assim voces podem ir acompanhando e tendo uma visão geral do processo como um todo. Desta forma, nosso primeiro tema vai lá no início de tudo, ao nascimento do potro e vamos falar sobre uma técnica chamada IMPRINTING.

IMPRINTING é uma técnica desenvolvida pelo veterinário americano Dr. Robert Miller. Esta tecnica parte do princípio de que logo ao nascer, o potro não conhece o mundo em que vivemos, e ainda não desenvolveu seus medos e instinto de fuga. Na verdade, quem vai ensinar ao potro o instinto de sobrevivência e o instinto de fuga é a égua. Potros aprendem muito rápido imitando a mãe, repetindo cada gesto que ela faz.

Leia mais...

O que é Horsemanship?

o-que-e-horsemanshipHorsemanship na verdade se formos traduzir ao pé da letra, horsemanship seria interação homem/cavalo. Então toda vez que um ser humano estiver interagindo com um cavalo estará acontecendo um horsemasnhip.

Eu trabalho com o método Jonh Lyon, que é baseado em resposta condicionada, ou pressão e alívio. Na realidade, vejo hoje em dia muita gente usando a técnica de pressão e alívio como ferramenta de treinamento. A diferença do método Jonh Lyons está na forma como esta é usada, na didática ensinada as pessoas e também cavalos, na maneira simples e objetiva de abordar o assunto e também no fato de ser um método voltado diretamente aos resultados.

Por isso, nossos cursos são 90% exercícios práticos pra treinar cavalos .

Para entender o método Jonh Lyons e os outros métodos vamos dar alguns exemplos:

Alguns utilizam vários artefatos como bandeirinhas, bolas para tentar expor o cavalo a várias situações diversas, isso para que ele se acostume e não se assuste. O método de Jonh Lyons parte do princípio que é impossível você expor seu cavalo a todas as situações que possam existir. Você pode ficar por horas agitando um bandeirinha perto do seu cavalo até que ele perca o medo. Daí você monta e logo na próxima esquina vem uma bicicleta e o seu cavalo se assusta. Então de que adiantou? E quanto a bola, a não ser que você queira jogar futebol com seu cavalo, para que serviria?

Leia mais...

Eventos

  Araçoiaba da Serra
São Paulo
 
  • Clínica de Rédeas
  • Curso de Doma Natural e Iniciação de Potros
  • Curso de Equitação Western
  • Curso de Três Tambores
  Saiba Mais

Parceiros

*Photos by: Charles Hilton - USA, Lu Vargas - Brasil, Inês Croci - Argentina